Feeds:
Posts
Comentários

Archive for dezembro \30\UTC 2009

Compartilhando em 2009

Olá pessoal,

Muito foi compartilhado neste blog desde sua inauguração em fevereiro, blog que começou em outro endereço, cresceu e se tornou o que é hoje. Considero o Compartilhando a Vida uma de minhas principais realizações neste ano de 2009.

Os trabalhos tiveram início com os relatos sobre a minha recuperação e rotina pós-traqueostomia (realizada no fim de 2008). Depois vieram as poesias, textos, reflexões e homenagens diversas. Mais adiante tivemos a novidade dos vídeos e, por fim, nos últimos posts do ano, o tema “meio-ambiente” passou a fazer parte de nosso compartilhar, o que me deixou contente por ser um assunto que sempre quis tratar aqui.

No começo a idéia era falar um pouco sobre tudo, pois nossas vidas são uma mistura de muitas coisas. Acho que esse objetivo foi atingido. A idéia também era que os visitantes se tornassem co-criadores deste espaço, o que em certo nível também aconteceu.

O retorno que tive das pessoas que acessaram o blog ao longo do ano foi muito positivo, e isso me motiva a continuar desenvolvendo este trabalho. Agradeço a todos que estiveram presentes, tenha sido apenas lendo os posts ou deixando comentários. Embora nem tantos tenham comentado, sei que muita gente lê o que escrevo.

Até o momento (30 de dezembro as 14h11) tivemos 923 visitas ao blog (sem contar as visitas recebidas no endereço antigo), 34 posts (sem contar este) e 71 comentários. Talvez sejam números modestos, mas o que realmente importa é a qualidade do que foi compartilhado e o significado que isso teve para cada um.

Saibam que leio todos os comentários e sempre que possível envio um e-mail pessoal a quem comenta.

Para o ano que vem pretendo abordar novos temas e levar o blog a mais pessoas.

No mais, fica o desejo de continuar compartilhando em 2010 e o convite para que todos participem lendo, comentando, sugerindo temas e até produzindo conteúdo para este blog (para entrar em contato direto comigo é só escrever para felipe.quartero@gmail.com).

Um bom ano a todos! Nos vemos em 2010! Cuidem-se. Namastê.

Read Full Post »

Olá pessoal,

As discussões sobre o aquecimento global estão em alta já há algum tempo, mas, como sou novo no assunto, minhas colocações aqui não tem nenhuma pretensão de estarem totalmente corretas (por favor me corrijam se eu escrever alguma bobagem). Minha intenção é única e exclusivamente abrir espaço para reflexão e debate.

Nessas minhas primeiras pesquisas, dois documentários me chamaram a atenção: “Home” e “A grande farsa do Aquecimento Global”, este último produzido pelo Canal 4 britânico. O primeiro revela, com imagens emblemáticas, como o ser humano vem transformando o planeta e extraindo seus recursos naturais de maneira descuidada e irresponsável, entrando, em alguns momentos, no mérito do desequilíbrio ambiental causado pelo aumento das temperaturas ao redor do mundo. Já o segundo, vai na contramão do que vemos na mídia. Ele mostra, baseado em dados de diversos estudos científicos, que o aquecimento da Terra não está relacionado às emissões de CO2 na atmosfera, além de fazer duras críticas ao Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) e afirmar haver manipulação da opinião pública mundial por parte de políticos, cientistas e imprensa. Recomendo que todos assistam aos dois documentários (disponíveis no vodpod.com/compartilhavida) e tirem suas próprias conclusões.

Discussões fervorosas a parte, sejam as emissões de CO2 as grandes vilãs ou não, parece-me claro que precisamos cuidar melhor de nosso meio-ambiente. Seja pelo aquecimento global ou não, acho importante que os paises se esforcem para reduzir suas emissões de gases poluentes e tóxicos, que não se restringem ao CO2. Seja pelo aquecimento global ou não, devemos trabalhar para reduzir todo o tipo de poluição. Seja pelo aquecimento global ou não, devemos preservar fauna e flora; aprender a usar os recursos naturais do planeta de forma consciente e sustentável. Seja pelo aquecimento global ou não, podemos abrir mão de certos hábitos e caprichos que, direta ou indiretamente, afetam negativamente a natureza a nossa volta. Seja pelo aquecimento global ou não, devemos assumir uma relação de comunhão com nosso planeta; compreender que, assim como nós, ele também é um ser vivo e precisa ter suas necessidades respeitadas. Seja pelo aquecimento global ou não, as atitudes ecológicas começam em nossas casas, com os produtos que compramos, com a água e energia elétrica que economizamos, com o destino que damos ao nosso lixo, quando escolhemos deixar o carro na garagem e usar o transporte público.

A grande verdade é que devemos cuidar do planeta Terra porque devemos, porque ele é a nossa casa, nosso lar. Essa é a consciência que precisa emergir no interior de cada ser humano.


Documentários (Aperitivo)

Segue abaixo a primeira parte dos dois documentários (ambos estão divididos em nove partes). As demais partes podem ser acessadas no vodpod.com/compartilhavida, no item Vídeos (menu a direita da página), ou no YouTube.


Home – O mundo é a nossa casa


A grande farsa do Aquecimento Global


Como complemento recomendo também o vídeo abaixo, intitulado “A história das coisas” (já citado neste blog em 4 de novembro):



Aguardo os comentários para darmos continuidade ao debate. Gostaria muito de saber a opinião de vocês sobre tudo isso.

Um grande abraço e, aproveitando que estamos no final do ano, fica o desejo de que as atitudes ecológicas se renovem e se façam mais presentes em nosso dia-a-dia. Cuidem-se. Namastê.

Read Full Post »

Fonte do amor

Oi pessoal,

Depois de um tempinho sem postar estou de volta. Hoje vou deixar para vocês um pequena mensagem do Osho que me encantei quando li pela primeira vez e considero muito verdadeira. Leiam calmamente e permitam que as palavras a seguir cheguem livremente aos seus níveis mais profundos de consciência:


“Aqueles que encontram a fonte do amor dentro de si mesmos não precisam ser amados – e eles serão amados. Eles amarão sem nenhuma razão, simplesmente porque eles têm demais. Como uma nuvem pesada que quer chover, como uma flor que quer soltar a sua fragrância, sem o desejo de receber nada. A recompensa do amor está em amar e não em receber amor. E esses são os mistérios da vida: se uma pessoa é recompensada simplesmente no amar, muitos vão amá-la, porque estando em contato com ela, eles devagarinho começam a encontrar a fonte dentro deles mesmos.”


Beijos, abraços e um ótimo final de semana. Cuidem-se. Namastê.

Read Full Post »